terça-feira, 9 de setembro de 2014

Seguro ganha o primeiro round

O debate entre os candidatos a primeiro-ministro socialista foi mais do mesmo. Não houve novidades de maior, não se descobriram diferenças de maior em termos ideológico. É pena que assim seja porque assim os simpatizantes, e não os militantes, que vão votar no dia 28 precisam de saber as ideias dos dois candidatos. Enfim, temos de nos habituar a este tipo de troca de discursos. 

Apesar de tudo houve coisas que merecem análise. Estou com a maioria dos comentadores que consideram António José Seguro como vencedor do primeiro round. Seguro fez bem em ter encostado à primeira oportunidade António Costa e o facto de o ter traído. Perante esta situação, Costa nem pestanejou o que revela bem da sua atitude perante o cenário eleitoral. Também acho que o ainda presidente da Câmara de Lisboa cometeu uma traição ao seu líder. Em 2013 houve legislativas e não avançou porquê? A esta pergunta António Costa ficou calado. 

O problema é que Seguro prometeu não aumentar impostos quando for primeiro-ministro. Agora vai com esta promessa para São Bento. 

António Costa esteve sempre muito à defesa e sempre à espera dos ataques de Seguro. Na minha opinião isso não é bom para quem tenta conquistar os militantes socialistas, mas também os simpatizantes. Costa acha que com esta postura pode ganhar, o problema é que em política as coisas não funcionam assim. Estes debates podem ser importantes na definição do vencedor final porque a última imagem é a que fica. 

Embora tenhamos assistido a um vazio, Seguro está em vantagem para o debate de amanhã.

Sem comentários:

Share Button