Etiquetas

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Seguro forte mas populista

O vencedor do último debate televisivo quando faltam cinco dias para as primárias do Partido Socialista foi António José Seguro. No entanto......

É óbvio que o tipo de discurso utilizado pelo ainda secretário-geral socialista não é o mais adequado, mas é aquele que chega às pessoas, em particular os militantes socialistas que só olham para os sound-bytes. Eu percebo o argumento utilizado por Seguro contra Costa, quando o apelida de traidor. Até ao momento, António Costa não conseguiu responder, preferindo manter-se calado para não ser acusado de nada. Ora, o que os militantes e os eleitores querem é que os políticos falem e digam de sua justiça, mesmo que por vezes, não corresponda à realidade. 

Não se pode pedir mais a Seguro porque ele não tem nada para acrescentar. É natural que assim seja uma vez que durante todo este tempo não pressionou o governo, mas será isso que os eleitores socialistas querem saber?

É impossível prever qual será a votação e como ficará o partido a partir de segunda-feira. Uma coisa certa: a menos que Passos Coelho tenha de se demitir por causa do caso Tecnoforma, a próxima liderança socialista não vai ter novamente vida fácil. Tudo por culpa de quem se apresentou a estas primárias. 

1 comentário:

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Sem dúvida! Costa parece-me um oportunista com evidente falta de carácter ao se intrometer com alguém eleito e que apoiou diversas vezes... O debate correu como correu precisamente porque ha problemas não resolvidos, e não se pode aspirar a altos cargos quando se é baixo nas atitudes... Se queria ser lider do partido, teve imensas oportunidades e sempre recusou... Costa acabará por ganhar porque é um político do sistema, institucionalizado e cínico, e, pasme-se, as pessoas gostam disso... Abraço

Share Button