Etiquetas

terça-feira, 12 de agosto de 2014

A praia é um espaço público

Com a chegada do verão milhares de pessoas vão para as praias com o intuito de apanhar banhos de sol e não só. Em muitas das nossas praias há várias empresas que "compram" a areia e concessionam o espaço com o objectivo de lucrar com os veraneantes que pretendem estar numa zona mais sossegada e que só alguns podem almejar. A única que ainda consegue entrar nesses locais é a água que com a maré cheia ultrapassa as barreiras colocadas pelos funcionários dos proprietários dessas concessões. 
Em muitas praias do Algarve há muito tempo que esta regra tem vindo a ser implementada. No entanto, esta prática já chegou a várias praias da linha, como é Carcavelos e a Praia da Torre. É curioso verificar que essas zonas reservadas estão nos melhores locais da praia e ocupam um espaço bastante grande, deixando pouco areal para os restantes visitantes, ainda para mais quando há maré cheia. Contudo, como já disse a água também passa pelas zonas devidamente assinaladas. 

A praia, tal como outros lugares, é um espaço público, sendo que a Câmara não pode ganhar dinheiro ao arrendar este bem a empresas que querem fazer dinheiro no verão. A obtenção de lucro não pode passar por este prática porque é retirar um espaço público e torná-lo privado. Isso é legítimo em muitas áreas, mas não nas praias. Ainda por cima quando estes espaços ocupam uma grande parte do areal. Os espaços públicos não devem servir para as empresas privadas ganharem dinheiro bem como privarem os outros de poder usufruir da actividade. Posto isto, o que se passa em algumas praias do Algarve, em Carcavelos é uma vergonha e uma injustiça porque a praia é de e para todos. 

Sem comentários:

Share Button