sexta-feira, 11 de julho de 2014

Recordar 1986 e 1990

A final do Campeonato do Mundo 2014 que se realiza no Domingo é uma reedição do que se passou no final do México 1986 e do Itália 1990. No primeiro caso a vitória sorriu aos argentinos, naquela que foi o campeonato de Diego Armando Maradona. Ao invés, quatro anos depois, um penalti de Andreas Brehme deu o triunfo aos alemães. O mais curioso é que tanto desde 1986 como em 1990, argentinos e alemães não venceram mais nenhuma prova internacional, uma vez que esse feito coube ao Brasil por duas vezes (1994 e 2002), França (1998), Itália (2006) e Espanha (2010). 

Tendo por base estes números a final de amanhã vai ser jogada pelas duas equipas como se da última se tratasse porque é bem provável que nos próximos anos estas selecções não consigam repetir o feito. É verdade que os germânicos chegaram a quatro meias-finais consecutivas (2002,2006, 2010 e agora em 2014). Por seu lado, a Argentina está longe destes palcos há bastante tempo porque o máximo que tem conseguido nos torneios pós-1990 foi os quartos-de-final. 

Não será fácil escolher um favorito para o jogo de domingo, porque, embora o favoritismo recaia na Alemanha, a verdade é que a Argentina tem individualidades para decidir um jogo e depois voltar ao seu jogo cínico. Perante isto é provável que venhamos a ter um jogo mais parecido em relação à final do Itália 1990 do que o que aconteceu no México, embora este Mundial brasileira esteja a ser mais parecida com o campeonato realizado no continente americano. 

Sem comentários:

Share Button