Etiquetas

domingo, 1 de junho de 2014

Olhar a Semana - Ser criança

Hoje é dia para todas as crianças festejarem. Não é apenas o dia das crianças mas dos adultos, uma vez que estes também já passaram pelo estado mais infantil. 

Ser criança nos dias de hoje não é o mesmo que há 20 anos atrás por causa da alteração de hábitos. Neste aspecto as redes sociais tiveram um papel fundamental. Hoje em dia nenhuma criança consegue ter tempo para brincar porque passa muito tempo ligado ao facebook e aos novos gadgets que lhes permitem estar horas agarradas à tecnologia. No meu tempo as horas eram passadas a jogar ao esconderijo, macaca, futebol e outros divertimentos que não meter likes e comments nas fotografias que vão aparecendo nas redes sociais, e que o mundo faz questão de visionar. Até pelo facto da publicidade a um dia importante se fazer dentro das redes sociais é revelador da mudança de mentalidade.

Eu, pela parte que me toca, sinto-me satisfeito por ter feito parte de uma geração em que se brincava fora da virtualidade e, a partir disso, ter aprendido muitos dos valores que hoje me orientam.

A própria escola funciona de maneira diferente devido à necessidade de adaptação à evolução da tecnologia. Há 20 anos atrás o acesso à informação era muito limitado, hoje podemos estar em qualquer parte do mundo num instante. 

Na minha opinião as crianças hoje nascem e evoluem no mundo mais facilitado pelas razões atrás enunciadas. No entanto, isso pode ser perigoso uma vez que a internet não traz só coisas boas. Isto faz com que também as próprias crianças sejam mais exigentes, o que trocado por miúdos quer dizer mimadas. O que em certos casos pode levar a um absentismo preocupante que pode tornar-se viral nas próximas gerações. Ou seja, esta dependência aliada à falta de oportunidades em termos de emprego pode gerar problemas sociais. 


Sem comentários:

Share Button