Etiquetas

terça-feira, 10 de junho de 2014

A caminho do Maracanã - Grupo G

A caminho do Maracanã vamos analisar o grupo de Portugal, Alemanha, Gana e Estados Unidos.

A tarefa da selecção nacional não será fácil porque vai ter que defrontar a poderosa Alemanha, a talentosa selecção do Gana e a combativa equipa estado-unidense. No entanto, prevejo que a selecção das quinas vença os germânicos, empate com os africanos e ganhe aos comandados de Jurgen Klinsmann. Há vários anos que Portugal não ganha à Alemanha e esta pode ser uma oportunidade única. Tenho a convicção que os comandados de Paulo Bento estão mais motivados do que estavam há dois anos, além do mais têm mais dois anos de conhecimento e futebol conjuntamente. 

A Mannschaff é uma das favoritas, mas nem isso a torna imbatível. É verdade que Joachim Low tem um ataque fortíssimo (mas Portugal não lhe fica atrás); no entanto, no resto do terreno não há grande diferença, pelo menos no campo teórico. Se Portugal não baixar muitas as linhas e pressionar os alemães que transportam a bola logo no início da posse podemos ter vantagem. Aqui Meireles e Moutinho serão fundamentais. Deixemos a antevisão do Portugal-Alemanha para outra oportunidade (Segunda-feira antes das 17h neste espao) e analisemos os dois outros adversários. 

Os EUA são uma incógnita porque o seu futebol não é muito bem definido. Tanto pode ser técnico como muito físico. Acredito que sendo orientados por um alemão, os norte-americanos apresentem um misto. Quanto ao Gana é de esperar dificuldades e acho que será o jogo em que Portugal terá mais dificuldades devido à sua organização no meio-campo e defesa. Infelizmente, a nossa selecção treme um pouco quando tem de inventar espaços contra equipas bem estruturadas no seu meio-campo, o que é diferente de colocarem o autocarro à frente da baliza. Este Gana tem qualidade no toque de bola, circulação e sabe "estar" muito bem dentro do seu meio-campo.

É óbvio que Portugal e Alemanha são os favoritos, mas isso num campeonato do mundo é irrelevante, até porque quem perder o jogo inaugural terá de arranjar forças extra para superar adversários que podem vir de um bom resultado na 1ªjornada. 

Sem comentários:

Share Button