sexta-feira, 23 de maio de 2014

Portugal dos "palitos"

O nosso país tem particularidades muito interessantes, como é o caso, de um homicída responsável pela morte da mulher, da sogra e de duas crianças chegar a um tribunal e ser ovacionado pela população. A mesma população que injuriou e insultou os pais de Madeleine Mccan por, alegadamente, terem "matado" a sua própria filha. Facto que posteriormente não foi provado, ao invés, os crimes de Manuel "Palito" são públicos, tanto para a justiça como para o público. 

Então qual é a diferença?

É muito curioso verificar que existe este tipo de contrastes no mesmo país. E que a própria população reage de forma diferente quando se trata de acusar pessoas que não estão "formalmente" condenadas e ilibar os que foram responsáveis por crimes hediondos, como é o caso do homicídio. 

Mesmo que Manuel Palito apanhe a pena máxima será recordado como um herói porque a população o trata dessa forma. No fundo, o homicida prefere ser absolvido pelas pessoas do que pela justiça.

Sem comentários:

Share Button