Etiquetas

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Cheira a despedida?

Jorge Jesus diz que "tem sempre a mala feita". Nesta altura da temporada o futuro do treinador continua em aberto porque é perfeitamente normal que os grandes clubes europeus queiram atacar um técnico que venceu o campeonato nacional, a taça da Liga e está em muito boa posição para ganhar a Taça de Portugal e a Liga Europa. 

O que pode acontecer a Jesus foi o mesmo que sucedeu a André-Villas Boas que depois de uma época de sonho assinou pelo Chelsea. No entanto, a carreira do técnico fora de Portugal não tem sido a mesma que ocorreu dentro de portas. Veremos se o Zenit é a excepção aos fracassos de Londres (ao serviço de Tottenham e Chelsea). Não sei se Jesus vai pelo mesmo caminho e se os grandes clubes europeus precisam de um treinador como o actual timoneiro do Benfica, além disso JJ está muito no Benfica e se cumprir o ano de contrato que lhe falta pode ganhar mais títulos, incluindo um que o Benfica não venceu, como é a Supertaça Europeia. E também a supertaça nacional. 

Outro factor que joga a favor da manutenção do actual treinador na Luz é a possibilidade de vir a ser o treinador com mais anos de casa e o mais titulado. Duvido que no futuro haja algum treinador que fique tanto tempo no Benfica, até porque eu considero que a ligação JJ vs Vieira irá para além de 2015. Em relação aos títulos também será complicado alcançar um sem número de êxitos numa só temporada. Agora é que se vê a importância das taças da Liga conquistada por Jesus porque sem elas não tinha um currículo invejável. 

No final da época muito vai ser dito e escrito, mas eu acredito que a vontade de Jesus é ficar em Portugal, até porque as grandes equipas espanholas e inglesas vão manter os seus treinadores. A única mudança que se deve verificar é no Barcelona, sendo que o novo treinador deve viajar de Madrid...

1 comentário:

Kruzes Kanhoto disse...

Seria, de um certo ponto de vista, a melhor altura para sair mas parece-me que o JJ não tem condições para trabalhar no estrangeiro. E nem estou a pensar em competência.

Share Button