Etiquetas

terça-feira, 1 de abril de 2014

Boavistão

Saúdo o regresso do Boavista ao principal escalão já na próxima época. Nunca fui adepto do estilo de João Loureiro e Jaime Pacheco mas a verdade é que o Boavistão incomodava muita gente desde que começou a ganhar. O título de 2001 não foi por acaso, uma vez que na temporada seguinte o clube esteve quase a fazer o bicampeonato. As constantes presenças europeias, uma meia-fina da Taça Uefa, e as finais da Taça de Portugal fazem deste clube portuense um mítico do futebol português. 

Não sei se a descida à II liga foi justa ou injusta, no entanto, naquelas condições financeiras o clube não podia continuar a sobreviver. Fazer um estádio daquela envergadura e ao mesmo tempo construir um plantel rico só está ao alcance de três equipas, por muito que os outros clubes lhes andem a morder os calcanhares. A independência financeira demora tempo a ser uma realidade e é necessário também vender bem. 

Teremos um Boavista de regresso ao principal campeonato. Tenho a certeza que candidatos não vão faltar, mesmo que não seja bom do ponto de vista financeiro. Acredito que Jesualdo Ferreira vai querer agarrar num projecto para o qual foi contratado antes de rumar ao FC Porto. No entanto, só o nome faz com que a lista de treinadores seja enorme. 

Com a reintegração do clube do Bessa o campeonato fica mais rico. Se o Belenenses não descer directamente ou indirectamente teremos novamente um campeonato à antiga, com a maioria dos emblemas históricos a disputar a principal divisão do país, além do mais a subida de forma do Sp.Braga vai tornar a questão do quarto grande mais interessante, já que o Estoril também parece disposto a lutar por esse lugar e com Marco Silva ao leme. Vamos ter as duas equipas da Madeira e uma do Algarve, já que o Portimonense também está muito bem colocado. 

Agora só falta a Liga arranjar um patrocinador e "fazer" dinheiro. Não há desculpa para os estádios continuarem vazios e os bilhetes serem caros. Contudo, já há sinais positivos no que toca à transmissão dos jogos. Hoje em dia há poucos desafios à sexta e segunda à noite. O futebol de primeira é para ser jogado à tarde, entre as 15 e 19.

Sem comentários:

Share Button