quinta-feira, 10 de abril de 2014

A má representação parlamentar chegou ao topo

Quando se ocupa um cargo importante é preciso ser competente naquilo que se faz, mas também passar uma imagem positiva para o exterior, de forma a que os outros tenham respeito por essa personalidade. Todos sabemos o quão difícil é manter a ordem e ter contenção verbal numa era em que são os meios de comunicação social a marcar a agenda. É verdade que qualquer palavra ou frase retirada do contexto é aproveitada para fazer manchete. Este factor obriga a que os responsáveis políticos tenham cuidado naquilo que dizem. 

A presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, voltou a sacar umas das suas, ao ter afirmado que "era problema deles", dos militares, uma eventual ausência das comemorações oficiais do 25 de Abril por não usarem da palavra. Ora, a importância da data deveria ter tido uma resposta mais elevada bem como outro meio que não os jornalistas. Mas não, Assunção Esteves ficou mais uma vez por baixo do tapete e deu aos capitães de Abril razão para não comparecerem nos festejos, sabendo nós o quanto os revolucionários são sensíveis com questões desta natureza. 

Durante o dia de ontem, o Speaker (equivalente ao cargo de Presidente do Parlamento) da Câmara dos Comuns pediu aos deputados que se respeitassem uns aos outros porque havia crianças presentes no debate parlamentar. É impressionante como é que num lado há civismo e do outro estamos perante atitudes de baixo nível. É preciso denunciar as declarações de Assunção Esteves porque ela é a segunda representante do país e tem de substituir o PR em caso de ausência deste. O que seria se Cavaco Silva ou Passos Coelho, e até mesmo António José Seugro, tivesse este tipo de comportamentos?

A qualidade dos políticos não tem só a ver com a sua competência ou honestidade intelectual política e cívica, mas também está relacionado com o saber ocupar o cargo. Este é mais um sinal que prova a fraca qualidade dos nosso representantes e quando isto chega ao topo da Assembleia da República é caso para nos deixar preocupados. E muito...

Sem comentários:

Share Button