sexta-feira, 25 de abril de 2014

40 anos depois, Mário Soares apoia militares do PREC

O que faz um ex-presidente da República numa cerimónia organizada por militares e que contestam o actual regime?

Eu percebo que Mário Soares queira continuar a sua saga anti-governo (ou será melhor anti-sistema?) e faça esta provocação. Embora o ex PM e PR diga que a sua atitude está relacionada com este executivo, o que Soares pretende é provocar ondas no regime. O antigo líder socialista com a sua atitude faltou ao respeito, não só ao Parlamento, mas também a todos os portugueses. É importante relembrar que Mário Soares, depois do 25 de Abril esteve contra as posições assumidas por muitos militares que também estavam hoje no Largo do Carmo, ao não ter permitido a instauração de um regime ditatorial e com orientação comunista em Portugal. 40 anos depois, volta a ser amigo deles....

Por todos estes factores é preciso perceber se o ex chefe de Estado e Governo está a pensar em fazer uma revolução no país, tendo como principais apoiantes os mesmos militares que há 40 anos pediram a demissão de Marcelo Caetano. Ou então a luta de Soares é a mesma de Vasco Lourenço, Otelo e outros que estão esquecidos, não só pelos actuais líderes do regime, mas sobretudo pela população.

Na minha opinião este folclore à volta das comemorações dos 40 anos do 25 de Abril tem a ver com o medo de algumas figuras de outrora em serem colocadas na gaveta da história.

Sem comentários:

Share Button