domingo, 5 de janeiro de 2014

Olhar a Semana - O Rei

Portugal perdeu uma das suas figuras mais queridas. Como lhe chamou Cavaco Silva, Eusébio era um "filho". Nunca vi Eusébio jogar à bola e confesso que tenho pena. Não sei se o pantera negra é o melhor de sempre mas de certeza que fará parte da história do futebol como dos melhores de sempre até porque foi na segunda metade do século XX que o jogo começou a ter visibilidade internacional. 

O momento mais alto de Eusébio foi a sua exibição extraordinária em terras inglesas no Mundial 66. O cenário era Inglaterra e o facto de um negro ter deixado um país inteiro, maioritariamente racista, de olhos em bico perante tanta qualidade. Embora Portugal não tenha vencido a competição o grande campeão foi o jogador português. Além do seu talento Eusébio era uma boa pessoa e isso nos dias de hoje também uma qualidade a ter em conta. 

De Eusébio ficam as imagens a preto e branco mas também alguns valores essenciais que são pouco praticados. 

Sem comentários:

Share Button