segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Hoje a bola é dele!

Hoje não há lugar para injustiças de última hora. Cristiano Ronaldo vai levar a sua segunda bola de ouro para casa ao fim da sexta nomeação. Um dos adversários é o rival de sempre e Frank Ribery que está no lugar do fantástico Ibrahimovic. Nos próximos anos a FIFA deveria sempre escolher os três magníficos (CR7, Messi e Zlatan) e deixar de inventar como foi o caso deste ano. 

A campanha de Ronaldo em 2013 ao serviço do Real Madrid e da selecção foi fantástica e a vitória não merece contestação mas ficava bem um título colectivo. Apesar dos títulos individuais, CR7 não tem tido muito sucesso a nível colectivo, porque em ambas as equipas rema sozinho contra a maré, não obstante os bons valores que tanto a equipa das quinas e o Real têm nas suas fileiras. Tenho a certeza que Ronaldo trocaria os prémios individuais por uma vitória colectiva, sobretudo na selecção. Acho que a atribuição da Bola de Ouro vai dar a Ronaldo uma motivação extra para encarar o Mundial do Brasil de forma diferente. Tal como aconteceu com Eusébio em 1966, Cristiano tem de ganhar o prémio de melhor jogador de uma grande prova internacional. Penso que seja essa sua próxima meta e Portugal pode aproveitar esse factor. 

Sem comentários:

Share Button