terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Saída da troika é motivo para primeira vitória de Passos

O vice-presidente do Parlamento Europeu afirmou que Portugal pode terminar o Programa de Assistência Financeira no dia 17 de Maio. Othmar Karas mostrou confiança que o país se veja livre da troika antes das eleições europeias.

Caso se verifique a saída de Portugal do programa antes das eleições, Passos Coelho tem pode conquistar a sua primeira vitória eleitoral depois da derrota nas autárquicas. É um facto que Portugal vai mandar a troika embora, no entanto isso pode não ser suficiente para que os portugueses dêem um voto de confiança à actual maioria. No entanto, se houver tempo a coligação que vai concorrer numa lista própria pode surpreender tudo e todos, em particular o PS que já canta de galo mais uma vitória para António José Seguro. 

As europeias são o grande teste à capacidade e fiabilidade desta maioria até porque os dois partidos vão a jogo juntos. Outra coisa não seria de esperar até porque não seria compreensível que as duas forças partidárias se atacassem quando estão no mesmo executivo. O povo é inteligente e vai saber recompensar a coligação por ter "safado" Portugal de um segundo resgate, além disso os prazos foram cumpridos, pelo que não há razão nenhuma para uma derrota destes dois partidos, até porque a esquerda vai estar partida com a envolvência do LIVRE no BE. 

Na minha opinião os prazos são favoráveis a Passos Coelho e Portas porque a saída da troika vai estar bem fresco na memória dos portugueses e nada como mostrar agradecimento pelo trabalho realizado. No entanto, o meu medo é que o povo dê mais uma oportunidade ao PS para continuar a sua política do bota abaixo. No dia 17 de Maio os vencedores serão os portugueses mas também o governo. 

Sem comentários:

Share Button