Etiquetas

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

É agora que o governo cai?

O Tribunal Constitucional chumbou por unanimidade a convergência das pensões. No mesmo dia o executivo anuncia a saída de três secretários de Estado, entres eles Hélder Rosalino. 

Alguns analistas consideraram que a lei da convergência das pensões era uma prova de fogo para o governo, já que o chumbo constitui um revés para Passos Coelho porque vão ser necessárias encontrar alternativas, que passarão por novo aumento de impostos. Se o governo não cumprir as metas acordadas pela troika é possível que seja preciso um segundo resgate ou então um programa cautelar mais durinho. 

As pressões do governo e as sucessivas tentativas de tornear a lei têm causado desgaste político ao governo, em particular ao Primeiro-Ministro. Passos Coelho não só falhou nas políticas como na tentativa de condicionar uma decisão judicial, o que é grave. Eu acho que o TC tem prestado um mau serviço ao país e que as suas decisões são meramente políticas e não jurídicas. Mas uma coisa é questão constitucional e outra é a forma "política" como se está a lidar com esta questão. Até Cavaco perdeu com esta sentença.

2 comentários:

pvnam disse...

A gente já sabe como é que é -> Os anti-austeridade (isto é, os que afirmam que a Dívida Pública não é um problema; isto é, os que fazem campanha no sentido de ridicularizar todos aqueles que são anti-endividamento excessivo) INVARIAVELMENTE vão ter à conversa do costume: «implosão da soberania ou o caos» (união bancária, eurobonds, etc, etc...).
-» Os 'globalization-lovers'… que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa!
.
.
.
P.S.
No presente, tal como no passado (‘n’ civilizações já desapareceram), a SOBREVIVÊNCIA é uma coisa difícil e complicada!
-» Nazismo não é o ser 'alto e louro', bla bla bla,... mas sim a busca de pretextos com o objectivo de negar o Direito à Sobrevivência de outros!
-» Os 'globalization-lovers' nazis que andam por aí… buscam pretextos... para negar o Direito à sobrevivência das Identidades Autóctones.
-» Pelo contrário, os separatistas-50-50 não têm um discurso de negação de Direito à sobrevivência de outros... mais, os separatistas-50-50 não são anti-imigração -> os separatistas-50-50 apenas reivindicam o Direito à Sobrevivência da sua Identidade!...
-» Não-nativos já naturalizados estão com uma demografia imparável… leia-se: os 'parvinhos-à-Sérvia' - vide Kosovo - que fiquem na sua…
Resumindo: antes que seja tarde demais, há que mobilizar aqueles nativos europeus que possuem disponibilidade emocional para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência... e... SEPARATISMO-50-50!
.
P.S.2.
- Uma NAÇÃO é uma comunidade duma mesma matriz racial onde existe partilha laços de sangue, com um património etno-cultural comum.
- Uma PÁTRIA é a realização de uma Nação num espaço.

Fatyly disse...

Não cai nada...porque ainda não foi aberto o período da "caça"...e tudo isto só prova a incompetência de todos os políticos - que na minha forma de ver já nenhum merece o meu voto de confiança - em que de facto "tornear a lei" é apanágio de muitos portugueses quando o exemplo vem de cima.

Não têm plano B?

Mas sem malharem nos mesmos de sempre, têm outras fontes de receita que ainda não passaram do papel e sabes bem quais são.

Outra coisa e sem pôr em causa a "deputada encarregue de tal"...o que oiço é: não haveria mais ninguém que averiguasse o "dossier dos swaps"? Pois...

Boa consoada para ti e todos os teus e que nada vos falte à mesa e no coração!

Share Button