Etiquetas

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Simplesmente mau! Dentro e fora de Portas

Aparentemente o vice primeiro ministro de Portugal não tem boas maneiras. Para além de, politicamente ser fraco e desonesto, Paulo Portas também roça a má educação. Quando Portas está no estrangeiro não representa a sua pessoa nem o seu partido, mas o país. Deste modo, deve agir como um diplomata português e não como um arruaceiro qualquer. 

Os portugueses já estão fartos dos jogos políticos do actual Ministro há mais de uma década. Por isso era dispensável mais notícias como esta. A arrogância do líder centrista ultrapassa fronteiras e nem um pingo de vergonha ou um pedido de desculpas. 

Portas faz o que lhe apetece dentro do país mas também nos corredores do executivo. 

Sem comentários:

Share Button