Etiquetas

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

À moda do Cairo

O que têm em comum Hosni Mubarak e Mohammed Morsi?

Para além de terem sido presidentes do Egipto, os dois ex-governantes passaram num instante da cadeira do poder para uma cela. 

A forma como o Egipto está a ser governado deve preocupar a comunidade internacional. Não é nenhum partido ou organização que está no poder. Os militares controlam tudo: imprensa, população e, como não poderia deixar de ser, as forças de segurança. A intervenção das forças armadas na actual crise é um motivo forte para desequilibrar a democracia no Cairo. 

As manifestações que se têm realizado nos últimos tempos, praticamente desde a queda de Mubarak, são contra o poder militar instalado e pela forma como a autoridade militar tem condenado os ex-governantes, por não pertencerem à elite militar egípcia. 

Pena que os Estados Unidos e a comunidade internacional não actuem no Cairo, da mesma forma que o fizeram em Damasco e na capital iraniana.O Egipto é um país chave na organização e manutenção da estabilidade na região. Se a situação actual se mantiver, temo que no futuro as ditaduras militares voltem ao Médio Oriente. A breve prazo.

Sem comentários:

Share Button