terça-feira, 12 de novembro de 2013

A culpa é tua, não é minha. Não, a culpa é de Israel

As negociações para resolver a questão nuclear iraniana não estão fáceis, como se adivinhava. Apesar da iniciativa presidencial norte-americana, as autoridades iranianas não querem abdicar do seu direito a enriquecer urânio. 

A conferência de Genebra está a ser um fracasso para os dois lados, mas também para alguns países membros da União Europeia que não se colocam nem do lado americano nem do iraniano. Penso que a questão pode ser simples de resolver caso as duas partes abdiquem de algo, no entanto não me parece que Teerão esteja disposto a oferecer algo, nomeadamente ser submetido à vontade do Ocidente.

O papel de Israel também é importante porque será Telavive a determinar o quanto está disposta a deixar o Irão possuir armas nucleares. O mesmo é dizer que Netanyahu está a mandar em Barack Obama e John Kerry.

Sem comentários:

Share Button