quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Fim "total" das subvenções

João Almeida lançou o tema. Carlos Carreiras e Duarte Marques seguiram o bom exemplo do deputado centrista. Fim das subvenções aos políticos. Numa altura em que se fala tanto de cortes de pensões e reformas, alguém com responsabilidade tem de dar o exemplo. Não só nas palavras, mas sobretudo nas atitudes. 

Depois das declarações, os deputados à Assembleia da República deveriam legislar rapidamente sobre a matéria, até porque estamos em vésperas de apresentação do Orçamento de Estado. O povo veria com bom olhos alguns vícios que ainda se mantêm no nosso país, em particular no sistema político. É estranho que no PS ainda ninguém tenha dito nada sobre o tema....

O corte deve ser de 100% e não 15%, como propõe o deputado. 

4 comentários:

Fatyly disse...

Se estiver errada emenda pf, as subvenções vitalícias dos políticos foram eliminadas em 2005, continuando a recebê-las quem tinha constituído esse direito anteriormente a essa data. Nessa altura Sócrates renunciou e PPC também já o fez e outros. Restam cerca de quatrocentos.

Como direito adquirido, já que cortaram tantos ao povo, concordo em absoluto que todos que ainda o recebem deveriam ficar sem ele, ou seja um corte de 100% como dizes.

Francisco Castelo Branco disse...

não faz sentido uns receberam e outros não.

Ou recebem todos ou não recebe nenhum.

Observador disse...

Corte total nas subvenções, exige-se.

Jorge Costa Reis disse...

Assino por baixo.

Share Button