sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Que grande confusão!

Quase dois meses depois da remodelação governamental, o governo de Passos Coelho, II versão está novamente em conflito. A culpa é da troika e das sucessivas avaliações ao cumprimento do programa. Os ministros estão desorientados uns com os outros porque não sabem que caminho seguir, mas fundamentalmente porque o PSD quer ir por uma via e o CDS seguir um caminho diferente. Quem lançou a confusão foi Pires de Lima que chegou recentemente ao governo e parece querer assumir um papel principal no executivo, sem retirar o protagonismo ao seu líder. O novo ministro da economia é muito diferente do anterior, a começar pelo número de vezes que aparece na comunicação social, mas até ao momento em número de propostas nem uma. E o mais grave é Pires de Lima ser quase o ministro das finanças do CDS, o que é um problema para Passos Coelho. É normal que o PSD mande calar o CDS e este faça o mesmo. Ainda bem que vamos entrar na última semana de campanha porque assim a impopularidade do governo não vai cair antes da apresentação do Orçamento de Estado. Depois disso o executivo terá mais um teste e não vejo a que bóia este governo ainda se pode agarrar.  

Sem comentários:

Share Button