sábado, 7 de setembro de 2013

Clássicos das autárquicas(4)


Hoje damos destaque aos cartazes colectivos. Há quem prefira aparecer sozinho, mas há os que apostam forte em mostrar a sua equipa. No fundo, uns são mais individualistas outros jogam mais em equipa.

Em Azeitão foi possível reunir todos os habitantes das freguesias de São Lourenço e São Simão. Todos? De certeza? Alguém terá ficado de fora, no entanto não foi possível colocar mais ninguém. Talvez lá mais para a frente apareça um cartaz com aqueles que foram excluídos agora. É impressionante que no meio de tantas pessoas possa estar o candidato e o público não saber quem é, pelo que na hora do voto será complicado escolher esta lista. Os cartazes colectivos têm este problema, meter toda a malta no cartaz só para dar a ideia de união na freguesia é uma má opção. No entanto, registe-se o facto de todos vestirem a camisola de Azeitão independentemente da cor partidária...

Em Barcelos a coligação PSD/CDS/MPT vive e decide junto. Não percebo como é possível que tanto CDS como PSD consigam viver juntos após ano e meio de conflitos na coligação governamental. Em meu entender acho que é uma tentativa das estruturas locais de ambos os partidos tentar convencer o PR que Portas e Coelho são amigos e que os dois podem viver, decidir e estar juntos no mesmo governo até 2015 sem a existência de querelas políticas. No fundo, é mostrar que o passado recente já está enterrado. Voltando ao cartaz barcelense gostava de saber onde é que esta malta vive junto. Em casa? Na mesma sede? Barcelos nunca esteve tão unido como agora.

Sem comentários:

Share Button