quarta-feira, 10 de julho de 2013

trair a pátria

Durante a vigência do Estado Novo muito se falava em traição à Pátria. Aqueles que eram contra o regime representavam os que conspiravam e colocavam a pátria em causa. 
Com a democracia a expressão ganhou menos significado e importância, visto que não há nenhum sentimento nacionalista e colectivo que corra a favor da pátria. No entanto, os que são contra a pátria colocam os interesses individuais ou partidários acima dos colectivos e não olham a meios para atingir os fins. Perante este cenário deveriam ser punidos, para além das consequências politicas decorrentes dessa atitude?



Sem comentários:

Share Button