domingo, 7 de julho de 2013

Olhar a Semana - O Coelho entalado numa Porta

A semana que agora termina foi uma das mais intensas politicamente. A demissão de Vítor Gaspar fez abanar um governo que já dava sinais de fragilidade. Gaspar foi o pretexto para Paulo Portas consumar uma birra que há muito vinha ameaçando, acabando por ser o protagonista da semana. 

O ex-MNE e actual Vice-Primeiro Ministro saiu no governo na terça e reentrou para o executivo no sábado. O seu maior apoiante não foi Passos Coelho que não aceitou o seu pedido de demissão, mas o Presidente da República que exigiu ao PM que cedesse perante os pedidos do líder do CDS. 

A birra de Portas foi inqualificável, a atitude do PR incompreensível e a postura do PM de dignidade porque não abandonou o barco à primeira tempestade, contudo é Passos Coelho quem sai mais beliscado desta crise provocada pela direcção do CDS. Passos não só fica refém de Portas e agora Pires de Lima como perdeu o apoio institucional de Cavaco Silva, já que o PR acha mais importante ter Portas no governo do que continuar Passos como PM. 

Paulo Portas há muito que vem subindo degraus na hierarquia política. O seu objectivo de chegar a PM está perto, no entanto para ele basta ser Vice já que assume as funções desempenhadas anteriormente por Miguel Relvas. E aqui reside o principal problema de Passos Coelho e do PSD: O líder do CDS tem carta branca para fazer o que quiser nos bastidores de São Bento. É o número 2 do governo, tem a pasta da economia e ainda para mais vai ser ele o interlocutor nas negociações com a troika, o que faz de Maria Luís Albuquerque uma mera espectadora. Ora, o CDS conquista a pasta das Finanças Externas e a Economia, o que para segundo partido da coligação não é nada mau, além de ascender ao topo o que condicionará Passos Coelho para o resto da governação. Sem apoio nestas pastas, o PM será um mero joguete ao serviço de Portas, Pires de Lima e toda a direcção centrista. 

Passos Coelho não tinha alternativa mas cedeu em demasia, quanto a Portas admiro a sua sagacidade política, contudo não gosto da postura do actual Presidente do CDS já que desde sempre usou a política para subir na vida e a encenação desta semana prova isto mesmo. Para o líder do CDS, o topo da pirâmide está ao alcance de um deslize de Passos que o faça abandonar o cargo de PM por falta de apoio no governo mas também do próprio PR. Perante esse cenário e para garantir a estabilidade governativa, pelo menos até 2015 Cavaco opta pela segurança e nomeia Portas para PM. É uma jogada de mestre a de Portas......

Não compreendo a decisão do PM ter aceite integrar uma lista única com o CDS para as europeias. Duvido que o PSD aceite este cenário para as eleições de 2014, bem como o novo figurino do governo. Se Passos Coelho esta semana teve de ceder às pressões do CDS, o PM vai ter de preocupar-se com as vozes do PSD que se vão insurgir com este novo figurino. 

Para concluir a questão é simples: O PSD não gosta de Portas e Portas despreza o PSD na sua totalidade. O pior é que controla o CDS a seu bel prazer. Paulo Portas está no céu. 

3 comentários:

José María Souza Costa disse...

CONVITE
Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
Eu também tenho um, só que muito simples.
Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
Força, Paz, Amizade e Alegria
Para você, um abraço do Brasil.
www.josemariacosta.com

Fernando Vasconcelos disse...

Pois talvez Francisco. A "birra" foi inqualificável. Resta saber o que se terá passado antes. Ou seja não será que antes já tinha sido pedido alguma coisa quer em termos de poder quer em termos de alteração de politica? E o que foi feito? Nada, absolutamente nada. Assim embora até admita que o comportamento do Paulo Portas não seja destituído de maldade e malicia também te digo que o Passos Coelho no minimo lhe deu justificação para isso. E deixa-me acrescentar que a pasta da economia pior não pode ficar porque até agora foi totalmente inexistente. Quanto às finanças - bem passaram dois anos e até agora os resultados desta maravilhosa solução são enfim ... Fica com mais poder o CDS talvez. Vamos ver se o país fica a ganhar. Tendo a acreditar que pelo menos não fica a perder.

Fatyly disse...

Quero lá saber se gostam ou não, só sei que eles estão no ceú e nós povo - QUE NÃO PENSAM NELE - no inferno QUE SE PASMOU PERANTE uma birra de putos e ainda por cima com um pai que nada vale ou se vale só dá a entender aos seus colaboradores mais próximos. Que novela trágica, bolas!!!

Brincar com a saúde mental dos portugueses é terrível...e a prova está à vista de todos aqueles que se derem ao trabalho de olharem para o lado.

Gosto muito dos comentários de Fernando Vasconcelos e termino com as suas palavras de optimismo que não abro mão:

"Vamos ver se o país fica a ganhar. Tendo a acreditar que pelo menos não fica a perder."

Share Button