Etiquetas

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Seguir o exemplo grego

A ideia de acabar com a televisão pública para criar um serviço público mais eficaz do ponto de vista social mas também financeiro é uma excelente ideia que deve ser seguida cá em Portugal. O fim da ERT decretado pela troika deveria servir de exemplo para todos aqueles que defendem a manutenção da RTP nos actuais moldes. 

Talvez por não ter tido a coragem de fechar o canal público é que Miguel Relvas andou meses a fio a pensar na solução para a RTP, não tendo encontrado um modelo capaz de ser sustentável e que a ideia de acabar com a estação pública tenha passado pela cabeça do anterior ministro. No entanto, isso seria trágico para o governo e a oposição caía em cima de Passos Coelho num instante, já que dificilmente isso seria aceitável na nossa sociedade. Contudo, por força dessa falta de coragem para decidir em momentos críticos é que a crise perdura. Em Portugal é preciso combater determinado tipo de lobbys antes de avançar com uma decisão. 

Tenho a plena convicção que uma reformulação da RTP era benéfica para o país. Não se entende como é que uma empresa gasta tanto no Orçamento de Estado ainda para mais quando recebe dinheiro extra vindo da conta de electricidade. O que aconteceu com a televisão pública grega deveria ser aplicado em muitas empresas portuguesas. 

Sem comentários:

Share Button