domingo, 30 de junho de 2013

Olhar a Semana - toda a verdade?

Quem conta a verdade?

Teixeira dos Santos em entrevista à TVI veio defender a tese de Sócrates que há muito sustenta, segundo o qual não haveria pedido de ajuda externa caso o PEC IV tivesse sido aprovado na Assembleia da República. Esta é a tese socrática defendida pelo seu autor bem como pela maioria dos seus fieis seguidores. 

Em primeiro lugar ninguém acredita que o pedido de ajuda externa estivesse dependente da aprovação do PEC IV, já que o grande erro de Sócrates foi ter evitado ao máximo o resgate financeiro. Por outro lado, ao PEC IV, seguiriam-se outros PEC´S até ao pedido de ajuda formal, o que seria catastrófico, juntar pequenas doses de austeridade a um esforço enorme de sacrifícios. Independentemente do que se iria passar na Europa, Portugal estava obrigado sob a orientação alemã de pedir ajuda financeira o mais rapidamente possível para não perturbar o resto da Europa. 

Sócrates e Teixeira dos Santos dizem que esta solução foi consentida por Angela Merkel. Tendo em conta que já temos o depoimento dos dois ex-membros do governo falta a palavra de Merkel para saber se o que está em discussão corresponde mesmo à realidade. 

Os depoimentos de Sócrates e Teixeira dos Santos visam fragilizar o governo numa altura em que a coligação está fragilizada. Contudo, na altura do pedido de resgate já ninguém aguentava os PEC´S do governo, pelo que a melhor solução foi mesmo o chumbo do PEC e a demissão do governo. É muito fácil estar na televisão e falar sobre o que poderia ter acontecido "se". Esta atitude fica mal tanto a Sócrates como a Teixeira dos Santos, mais ao primeiro do que ao segundo, já que o ex-PM evitou ao máximo pedir ajuda, e quanto mais tarde esse pedido fosse feito pior. 

Na história fica a mentira de Sócrates, as medidas de austeridade que já ninguém aguentava e a consequente demissão do PM que não tinha razões nenhumas para se demitir, quanto mais para se recandidatar. Para além de tudo isto, fica a derrota de Sócrates e a necessidade do ex- líder socialista ser hoje comentador televisivo. Sócrates saiu mal e regressou da pior forma à cena política portuguesa. 

Era isto que os portugueses queriam? Penso que não....

Sem comentários:

Share Button