Etiquetas

terça-feira, 11 de junho de 2013

Dividir a Turquia em dois

O que se passa na Turquia não me surpreende. Um país que está metade na Europa e a outra metade na Ásia tinha de ser uma nação complexa. A mistura de religiões existente naquele país também não ajuda ao seu desenvolvimento civilizacional. Além do mais não é fácil ter de um lado os inimigos gregos e do outro os rivais iraquianos, bem como os ultra nacionalistas do Curdistão. 

Para os defensores da entrada da Turquia na UE, os últimos desenvolvimentos devem fazer reflectir os responsáveis europeus. A Turquia é um país totalmente diferente da maioria dos restantes países da Europa. As suas tradições, culturas, pessoas, a própria organização do Estado nada tem a ver com o que é uma prática na Europa, além do mais é um país extremamente populoso o que iria provocar desequilíbrios no espaço europeu e criar desvantagens a nível do mercado de trabalho. 

E como seria efectuada a entrada da Turquia na UE? A parte asiática ficava de fora? Penso que será difícil dividir este país em dois. Ou então é isso que pode acontecer após estes últimos conflitos, talvez fosse melhor criar uma Turquia Europa e uma Turquia Ásia. Assim todos ficavam satisfeitos....

1 comentário:

pvnam disse...

--->>> Sem corte com os 'patrioteiros-do-prego'... não há sobrevivência!
--->>> Não é com um partido nacionalista que Portugal vai conseguir SOBREVIVER!...
.
-> De facto, não faz sentido os nacionalistas estarem a concorrer com 'patrioteiros-do-prego' {leia-se, os portugueses que estão a colocar Portugal no prego} que votam em (escolhem) Comissões Liquidatárias [ex: PS, PSD, PCP, etc]!
.
.
Assuntos que não interessam aos 'patrioteiros-do-prego' (e às Comissões Liquidatárias):
1- uma sociedade dotada da capacidade da capacidade de renovação demográfica (média de 2.1. filhos por mulher) - as Comissões Liquidatárias preferem 'naturalizações' [nota: os 'patrioteiros-do-prego' gostam de se armar em parvinhos-à-sérvia (vide Kososvo)];
2- recursos estratégicas para a soberania em mãos nacionais - as Comissões Liquidatárias vendem empresas estratégias à alta finança (capital global);
3- dívida pública moderada/(sob controlo) - as Comissões Liquidatárias (e os 'patrioteiros-do-prego'), mesmo depois de já terem sido estoirados mais de 200 mil milhões em endividamento, continuam a falar em mais e mais despesa... NÃO ENQUADRADA na riqueza produzida!?!?!... Nota: para os 'patrioteiros-do-prego' já se vislumbra uma luz ao fim do túnel: "implosão da soberania, ou o caos" - federalismo...
.
.
{nota: : os separatistas-50-50 não têm nada contra os 'globalization-lovers'... leia-se: os 'globalization-lovers' que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa}
{mais uma nota: uma NAÇÃO é uma comunidade duma mesma matriz racial onde existe partilha laços de sangue, com um património etno-cultural comum. Uma PÁTRIA é a realização de uma Nação num espaço}
.
.
SE NÃO CORTAR COM OS 'PATRIOTEIROS-DO-PREGO', PORTUGAL NÃO VAI CONSEGUIR SOBREVIVER... resumindo e concluindo, SEPARATISMO-50-50!
.
OBS:
--- Nazismo não é o ser 'alto e louro'... mas sim a busca de pretextos com o objectivo de negar o Direito à Sobrevivência de outros!...
Nota: é mais fácil apanhar um nazi do que um coxo -> os nazis desmultiplicam-se na busca de pretextos... para negar o Direito à Sobrevivência de outros...... um exemplo: os nazis 'globalization-lovers'/(anti-sobrevivência de Identidades Autóctones) buscam pretextos... para negar o Direito à sobrevivência das Identidades Autóctones.
--- Pelo contrário, os SEPARATISTAS-50-50 não têm um discurso de negação de Direito à sobrevivência de outros... os separatistas-50-50 apenas reivindicam o Direito à Sobrevivência da sua Identidade!
{nota: há que mobilizar os nativos... que... possuem disponibilidade emocional para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência}

Share Button