Etiquetas

sexta-feira, 28 de junho de 2013

De que são feitas as capas dos jornais

O Jornal A Bola foi o único desportivo que trazia na manchete a histórica vitória de Michelle Brito sobre Maria Sharapova na 2ª ronda do torneio de Wimbledon. Os outros dois desportivos, O JOGO e Record ignoraram o feito da jovem tenista portuguesa e preferiram optar pela tradicional capa futebolística. 

O feito da tenista portuguesa não podia passar despercebida pelos jornais e a maior homenagem que a imprensa podia fazer era colocar uma fotografia de Michelle na capa, tal como o jornal A Bola fez. Não compreendo como é que em Portugal ainda se vive um atraso desportivo, ao ponto de se dar relevância a atletas estrangeiros em detrimento dos feitos dos nossos desportistas. Recentemente a segunda vitória consecutiva de Rui Costa na Volta à Suiça foi também ignorada por questões de marketing. 

O leitor não compra o jornal se na capa estiver Michelle, ao invés se um jornal anunciar na primeira página a contratação de um craque, as vendas aumentam. Não acredito que assim seja, até porque os leitores portugueses apreciam notícias com qualidade para além da novidade. Os portugueses não são desportivamente atrasados e têm bom gosto, quero com isto dizer que entre uma notícia que dá destaque ao passeio por Lisboa de um novo craque de um clube de futebol e a vitória histórica de uma jogadora portuguesa sobre a nº3 mundial do ranking WTA vão optar pela segunda, daí que a escolha do jornal A Bola tenha sido a mais acertada. 

É pena que alguns jornais, em particular os desportivos continuem a vender lixo e informação de segunda categoria, pelo que não é por acaso que se regista uma quebra na venda de jornais de papel. O público prefere a net porque só vai ao encontro daquilo que lhe interessa. 

Felizmente que a vitória de Michelle foi destacada pela grande maioria das pessoas nas redes sociais e que a portuguesa tenha sentido que tem um país com esperança de a ver ultrapassar as eliminatórias até chegar à final, no entanto isso seria pedir demais. 

3 comentários:

José Pedrosa disse...

Ola reparei que colocas-te um link para este site no meu, estás interessado em fazer parceria?

Francisco Castelo Branco disse...

Como assim? manda-me um mail franciscocastelobranco99@gmail.com

Kikas Cardoso disse...

achei interessante teres partilhado o teu url no meu blog e depois ter visto este ultimo texto sobre a questão de "marketing" nas capas dos jornais.
Foi uma má escolha da parte dos jornais, porque esquecem-se sempre que o "tuga" é muito nacionalista e sempre que há títulos ou vitórias lá fora há uma enorme onda de partilha (dá para ver no Facebook)! Mas sim é um clássico, transformar o futebol na única coisa que interessa, esquecem-se é que já podemos escolher o que queremos ler e ver.

Share Button