sexta-feira, 14 de junho de 2013

A corrida à Câmara Municipal do Porto vai animar o verão político

O Verão político promete ser animador com o aproximar das eleições autárquicas. O principal motivo de interesse será o de saber o quão o governo vai ser penalizado pelas políticas de austeridade que tem seguido, e se António José Seguro é capaz de num ambiente favorável cavalgar para uma maioria absoluta que faça o PR repensar a sua atitude perante o actual executivo. 

De todas as lutas que vão ter lugar nos 308 municípios há uma que vai prender a atenção de todos: a corrida à Câmara Municipal do Porto. Menezes era apontado como o grande favorito, só que a indefinição em torno da viabilidade da sua candidatura abriu espaço a Rui Moreira, que aproveitando a ausência de Menezes tem conquistado simpatia e charme pelas ruas da Invicta. Em meu entender a luta será entre Menezes e Moreira, sendo que Manuel Pizarro por ser do PS não é de deitar fora, já que o Partido Socialista ainda tem um peso significativo na cidade portuense. Contudo, e ao contrário do que acontece em Lisboa, a Direita tem quase lugar cativo nos paços do concelho situado junto à Avenida dos Aliados. O que parecia ser uma corrida a solo, transformou-se numa luta que será renhida até ao último voto. Nestes termos até ao final do mês de Setembro as dúvidas em torno do vencedor serão muitas e é certo que a corrida à Câmara Municipal do Porto será a que terá maior interesse do ponto de vista mediático, já que é a única eleição que o PSD não pode perder, muitos menos para um candidato apoiado pelo CDS, ainda que esse apoio não seja visível. 

Por estes motivos é na cidade do Porto que centraremos as nossas análises, no entanto o resto do país também será objecto de análise. 

Sem comentários:

Share Button