Etiquetas

quinta-feira, 30 de maio de 2013

fica-lhe mal senhora eurodeputada

Ana Gomes denunciou, a UE investigou. A relação entre a empresa de Passos Coelho, a Tecnoforma e o Centro Português para a Cooperação, que já foi dirigido por Miguel Relvas está a ser alvo de uma investigação por parte do gabinete anti fraude da União Europeia. Quem fez a denúncia foi a eurodeputada e sempre atenta a questões de ética, Ana Gomes. 

A militante socialista, tal como Helena Roseta há uns tempos; decidiu fazer justiça pelas próprias mãos. Já que o PR e o CDS não se decidem a derrubar o actual PM, nada melhor do que bufar cá para fora situações menos sérias em que o Primeiro-Ministro poderá estar envolvido. Não percebo o que pretendem estas duas senhoras com o espalhar das notícias. Com o governo em queda total, é de lamentar este tipo de atitudes, já que o descrédito político do executivo é enorme e não meras notícias que o vão fazer cair. É difícil algum governo cair pelos supostos telhados de vidro do seu PM ou de um Ministro influente. Tal situação nunca aconteceu no nosso país, pelo que não acredito que alguma venha a suceder, a não ser que se tratem de condutas muito pouco claras. O único PM que poderia ter caído devido aos rumores era José Sócrates, que como sabemos resistiu a tudo e a todos, caindo apenas pelo seu quadragésimo PEC. 

Nunca gostei desta forma de fazer política, no entanto esta é uma situação que começa a ser recorrente em Portugal. Lançar a suspeita da honestidade de um PM é fazer jogo sujo, porque não mais se discutem questões de carácter técnico ou político. É verdade que a idoneidade de um governante é matéria relevante, contudo esta só deve ser colocada em causa nos orgãos próprios. É bem verdade que Ana Gomes denunciou em local próprio, no entanto escusava de informar os media das suas queixas. Ficando tudo em silêncio dava maior credibilidade às suspeitas da eurodeputada. Sendo assim, quem fica descredibilizada é a própria denunciante. 

2 comentários:

Observador disse...

A denunciante poderá ficar descredibilizada se a investigação der em coisa nenhuma.

Espera-se uma investigação isenta e correctamente executada.

Francisco Castelo Branco disse...

é isso que se espera sempre nestas situações.

Share Button