Etiquetas

sexta-feira, 12 de abril de 2013

O Velho de Belém

Luís de Camões inventou n´os Lusíadas os Velhos do Restelo, para criticar aqueles que nunca estavam satisfeitos. Nos dias actuais esta figura é frequentemente utilizada quando se quer destacar alguém que não faz outra coisa senão dizer mal. 

A metáfora fica bem assente a Mário Soares, contudo trocaria Restelo por Belém, embora os dois lugares fiquem praticamente ao lado um do outro. Chamo Velho de Belém a Mário Soares pelo facto do antigo Presidente ainda não ter percebido que o seu tempo já passou. Tal como Sócrates  o líder histórico socialista tem dificuldade em lidar com a rejeição, ou na melhor das hipóteses com o esquecimento. 

Mário Soares teve o seu tempo. Foi um bom PM mas um péssimo PR. Após a sua saída esperava-se uma saída à altura de um ex-chefe de Estado. Não se nota nos outros países, em particular nos Estados Unidos a presença constante de ex-Presidentes nos orgãos de comunicação social. Contudo, o ex PR quer ser diferente e aparecer em tudo o que é sítio e nos momentos mais difíceis para o governo. O problema é que Soares não faz oposição ao governo e além do mais não ajuda o seu partido a subir nas sondagens. Repare-se na postura de Ramalho Eanes e Jorge Sampaio, adoptando uma postura correcta e saindo pela porta grande, mantendo-se no anonimato e respeitando os órgãos de soberania. Soares não faz nada disso e mais grave ainda, pressiona o PR a tomar decisões. 

Com o regresso de Sócrates, Soares tem necessidade de ainda mais protagonismo e mostrar que está vivo. Esta situação de procurar o microfone tem causado ao PS um desgaste junto da opinião pública enorme, porque ninguém sabe quem realmente manda no partido: se o líder histórico, se o PM regressado, se o presidente da câmara de Lisboa ou se é o líder em funções. 

2 comentários:

Rui da Bica disse...

Também estou convencido que não será com tantos "lideres" que o PS se conseguirá mostrar como alternativa credível ! :((
Quanto aos "velhos do Restelo", não param de me fazer recordar "O velho, o rapaz e o burro" ! Faça-se o que se fizer e lá estão eles, sempre do lado "do contra", mesmo que se faça o que eles próprios tenham sugerido !
.

daga disse...

se o Velho do Restelo representar "alguém que não faz outra coisa senão dizer mal", então assenta bem em Mário Soares sim! mas se o Velho representar alguém que é contra o enriquecimento fácil, a fama vã, a cobiça, então já não sei de que lado é que se deve colocar Mário Soares que sempre gostou muito de fama.

Share Button