Etiquetas

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Macau em tons de cinzento


Por estes dias, e já são muitos!, Macau vive pintada em tons de cinzento.
Desde logo, o cinzento que resulta de um clima incrivelmente húmido, de dias de chuva contínua, de visibilidade reduzida, de total ausência de sol, do anoitecer pouco depois das quatro da tarde.
Como uma imagem vale mesmo mais do que mil palavras, fica a imagem disponível hoje no website da Direcção dos Serviços de Meteorologia e Geofísica de Macau:

Lá ao fundo ainda se avista, se bem que com alguma dificuldade, a linha costeira de Macau.
Tem sido assim há quase um mês.
Continuará a ser assim, a confirmarem-se as previsões meteorológicas, nos próximos dias.

Mas não é só o cinzento do clima que confere esta matiz a Macau.
É também o cinzento que resulta do receio que se sente com os casos de gripe H7N9 no interior da China.
Quando o interior da China, e Hong Kong, foram vítimas da gripe aviária (vírus H1N1) Macau passou por esse período quase incólume - apenas um caso e mesmo este de um cidadão que se deslocou do interior da China para Macau no intuito confesso de ser tratado nos hospitais do território.
Não há ainda qualquer caso, que se conheça nem suspeitas de nenhum caso, mas Macau está alerta.
Confirma-o este comunicado do Gabinete de Comunicação Social..
Não havendo casos, não havendo suspeitas, não havendo pânico, as vendas de aves já sofreram uma queda significativa.
E as medidas de vigilância na entrada e saída de Macau já foram intensificadas.
Prevenindo e nunca remediando e quem tem....pois! tem medo.

Mas há mais cinzentismo no horizonte.
Mais precisamente, na fronteira entre as duas Coreias.
As diatribes do garoto (não é ele, são os generais que verdadeiramente detêm o poder do tresloucado regime político norte-coreano) não podem deixar ninguém tranquilo.
As possibilidades de um conflito armado, que envolva inclusivamente japoneses e americanos, são remotas.
Mais uma vez, tudo indica que será o regime norte-coreano a fazer-se notar para depois poder negociar e obter contrapartidas para uma nação em completo isolamento e onde os casos de miséria e fome se multiplicam.
Sendo esta a percepção, quem é dormirá completamente tranquilo quando a retórica bélica sobe de tom diariamente?

Para aliviar tanto cinzentismo, as receitas do sector do Jogo que, no mês de Março, ultrapassaram pela primeira vez os mil milhões de patacas diários (cerca de 100 milhões de euros diários).
É muito, o céu parece que não é limite, mas não chega para aliviar tanto cinzentismo.
Se nem se consegue ver o céu como é que tanto dinheiro alivia?!

9 comentários:

Ricardo Meneses disse...

Pedro,

em jeito de brincadeira permita-me que comente a situação da seguinte forma:

1 - Não coma frango.

2 - Não se preocupe com a Coreia do Norte porque os americanos e chineses tratam dela.

3 - Gaste algumas "patacas" e saia de Macau, por uns dias, vá ver o sol e experimente uns banhos de mar.

Aquele abraço, caro amigo!

Pedro Coimbra disse...

Ricardo,
Nem de propósito.
1- sou umas das duas únicas pessoas que conheço que nao come carne de aves (o outro é o Virgílio Valente, que o Nuno bem conhece);
2 - eu nao estou preocupado, Ricardo. Os filhos do caído em desgraça Kim Jong Nam andavam na mesma escola que as minhas filhas. E, a mais velha, acho que ainda tem algum contacto com o garoto, agora a estudar no Leste da Europa;
3 - no final do mês, e aproveitando os feriados do primeiro de Maio, Tailândia here I go (Pattaya).

Bingo, meu caro :)))

Aquele abraço !

São disse...

Fez-me descobrir um Macau que desconhecia completamente: sabia do calor húmido, mas não do anoitecer logo após as quatro da tarde!!

Desculpe, mas há quanto tempo consegue viver assim?

Quanto ao dinheiro , pois não resolve nada, não.Embora ajude a viver momentos muito agradáveis, sem dúvida.

Um abraço

Pedro Coimbra disse...

São,
Isso é por estes dias.
Há ja quase 18 anos que aqui vivo e nunca tinha assistido a algo de semelhante.
E dá cá uma neura!!!

O dinheiro é muito, mas não é para todos.
Como o sol quando nasce.
O que nao tem acontecido por estes lados.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eu decidi vir-me embora depois de um período de 12 semanas em que não se viu nem réstea de sol e o tecto era baixíssimo.
Por cá, este ano também tem sido climatericamente muito cinzento
Quanto aos outros cinzentismos, também temos com que nos entreter. São cada vez mais as vozes ( da área do PSD) a criticar as medidas de austeridade e a política desvairada deste governo. Ontem, Manuela Ferreira Leite foi arrasadora nas cíticas. Parece que o único que não enxerga o que se está a passar e continua alegremente a viajar ( agoora vai à Colômvia e ao Perú com uma comitiva desmesurada) é mesmo o Cavaco.

Pedro Coimbra disse...

Criticas da MFL cheiram a diz o roto ao nu, Carlos.
Já o PR, repito, não está para se chatear.
Dali não vem nada para além do que se tem visto até agora.

Fatyly disse...

Tem calma rapaz que o cinzentismo logo passará, desfruta o melhor que puderes, deixa a neura de parte...porque tudo passa e até nós estamos de passagem:)

Também estou saturada de chuva, destes políticos da treta, de uma UE que é tudo menos unida - são os tais garotos que brincam com os brinquedos que nunca tiveram - até ao dia em que o povo rebentar com eles.

O dinheiro alivia sim e muito...mas infelizmente não dá saúde física e mental a quem é apanhado "na curva da vida"!

Beijocas

Catarina disse...

Tempo: hoje nevou... neve molhada; as temperaturas vão descer esta noite; alertam-nos que as estradas vão estar muito escorregadias amanhã de manhã.

Cores predominantes: cinzento e castanho... há meses e meses...

Política.... bem, há dias o nosso primeiro ministro veio aqui ao aeroporto de Toronto esperar as duas grandes pandas que vieram da China a título de empréstimo! WOW!

O presidente da câmara é a favor de um grande casino aqui na cidade; há quem não esteja de acordo e aponte o impacto negativo que iria ter na população e no espaço onde supostamente seria construído.

Os fumadores diminuiram de número. Percentagem de fumadores canadianos: homens 20% e mulheres 15%!

Gostei deste post!

Pedro Coimbra disse...

Fatyly,
Este clima é deprimente.
Até porque a cidade, cheia de prédios enormes (caixotes com buracos) oprime.
Vou dar uma volta até às praias da Tailândia porque preciso mesmo disso.
O Dinheiro, como já respondi a outros, não nos podendo queixar, não corre para os bolsos de todos.
É assim em todo o Mundo.

Catarina,
A diferença é que, no Canadá, o horizonte visual é infinitamente maior e mais agradável.
A poluição visual, que por aqui impera (Hong Kong é a cidade do Mundo com maior índice de poluição visual) é terrível nestes cenários.

Os pandas, que por aqui fizeram correr muita tinta (já fazem menos) são um instrumento de diplomacia da China, a famosa diplomacia dos pandas.
Aqui, coitadinhos, com milhares de pessoas a mudarem-se lá apara o lado (habitação pública) agora é que não vão ter clima para se reproduzirem mesmo :)

Fumadores, por estas bandas, também são cada vez menos.
As multas são pesadas (60 euros) e as pessoas começam a tomar consciência dos malefícios do tabaco.
Deixei de fumar faz cinco anos em maio.
E NUNCA mais fumarei.
Tenho a certeza.

Já dentro dos casinos.....
O pivete espalha-se cá para fora, é horrível!

Share Button