quinta-feira, 4 de abril de 2013

Foi nunca mais

Mais vale tarde do que nunca, mas desta vez foi nunca. Miguel Relvas sai do governo por causa da sua licenciatura. E quem é o responsável? Em primeiro lugar, o próprio pelas trapalhadas que fez durante o tempo que esteve no governo. Em segundo foi o Ministro Crato que a pedido de todos os portugueses arranjou um motivo para Relvas sair do executivo de PPC. Nestes termos, Passos Coelho fica sem o ónus e a responsabilidade de deixar cair o seu número 2 e além do mais não tem de ter medo de uma eventual vingança do ainda Ministro. 
A remodelação que o país pedia começa pelo número 2, o que representa uma vitória para a oposição, comentadores mas sobretudo para o CDS e em particular Paulo Portas. Gaspar sobe para número 2 e o Ministro do CDS para 3, ou então salta directamente para 2º. 
Mesmo assim não acredito que a popularidade do governo suba, mas isso é tema para o futuro. Aos meus amigos que desde Julho estão todas as segundas feiras frente à AR a pedir a demissão de Relvas, esta vitória também é vossa.

Sem comentários:

Share Button