sábado, 20 de abril de 2013

18- A implantação da República

Eis que chegamos à implantação da República. O 5 de Outubro de 1910 foi uma das datas mais marcantes na nossa história já que marcou o fim da monarquia o início de um novo regime político vigente no nosso país. 
A morte do rei D.Carlos em 1908, do qual trataremos em capítulo autónomo foi o facto que levou ao poder os republicanos que andavam disfarçados nas cortes e a jurar amor eterno ao rei. 
No entanto, o novo regime não teve um início fácil, já que a I República teve pouco sucesso pela instabilidade que se veio a verificar após a queda da monarquia. O nome que está associado à revolta republicana chama-se Afonso Costa, mas muitos outros deram o corpo pela causa republicana. 

Ainda hoje se discute a forma como os republicanos levaram adiante a sua causa mas também se a implantação da República foi o melhor para o país. Há quem acuse os republicanos de assassinio e traição à pátria, chegando ao ponto de os chamar de "esquerdistas". Ora, nem todos os republicanos são de esquerda mas esta é a forma como os defensores da causa monárquica olham para os democratas. 

Valeu a pena matar o rei e fazer nascer um novo regime? Será que com o tempo o regime monárquico não cairia por si? É uma questão díficil de responder, já que a monarquia constitucional ainda funciona em alguns países europeus, pelo que destituir um rei não seria fácil a não ser pela via revolucionária. Eram outros tempos aqueles em que se deu a revolução de 1910, pelo que é legítimo a forma como se acabou com a monarquia. 

Este tema é dos mais importantes da nossa história, pelo que abordaremos todos os aspectos minuciosamente. 

Sem comentários:

Share Button