Etiquetas

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Tempos Seguros

Terminou a novela em torno da liderança do PS. Seguro vai até 2015 apesar de algumas reticiências relativamente à capacidade para ser um bom líder da oposição. Senão conseguir ter um papel importante como alternativa ao actual governo dificilmente chegará a PM. Com Seguro na oposição, Passos Coelho tem a eleição garantida a não ser que algo corra muito mal daqui para a frente. 

A prova de fogo do actual líder do PS vão ser as eleições autárquicas, contudo com Costa garantido em Lisboa não haverá oposição interna até às eleições legislativas. A vitória nas eleições locais vai dar a Seguro um novo fôlego, a questão é saber se vai saber aproveitar o cartão amarelo ao governo e em que medida o fará. Não se pode criticar Seguro pela forma como faz oposição, porque ele não tem culpa de não poder dar mais. 

É uma questão de falta de jeito para ser líder da oposição.

1 comentário:

Rui da Bica disse...

Um líder de oposição tem que se destacar por uma atitude positiva e actuante e não remetida à simples negação vaga e alheamento !
Mostrar-se apenas "contra" e não apresentar sugestões alternativas e viáveis não o conduzirá a lado nenhum !
Os portugueses não dormem !
Para ter credibilidade tem que mostrar que tem alternativas credíveis e passiveis de se enquadrarem no actual quadro europeu !
De outro modo estará condenado à derrota !
.

Share Button