segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

O velho Ratzinger


Surpreendente ou não a renúncia de Bento XVI deixa a Igreja e o mundo em choque. O substituto de João Paulo II não conseguiu ganhar a simpatia que Karol Woytila conquistou em todo o mundo, até em religiões usualmente hostis ao catolicismo.
Bento XVI é um estudioso, quiçá bem mais útil noutras funções do que nas de Papa, contudo para ocupar a cadeira de Pedro não basta ser inteligente, é necessário chegar ao coração das pessoas.  Ratzinger nunca o conseguiu, até porque entrou como Papa rotulado de “radical”, “fanático” e outros adjectivos.

Não haverá nenhum sentimento de saudade em relação a Bento XVI, até porque depois de um GRANDE papa o seu substituto fará a transição para um novo papado duradouro. Não sei se é isso que irá acontecer com o sucessor do velho rato alemão, mas as pessoas rezam por alguém que as ilumine. Dentro e fora do espírito.

Share Button