sábado, 12 de janeiro de 2013

16.1 Revoluções Políticas

O Iluminismo surgiu num contexto muito próprio em que predominava no mundo mas sobretudo na Europa o poder absoluto e a influência da Igreja nas decisões mais importantes. Quem sofria com a inexistência de separação de poderes era o povo que estava no último degrau de uma sociedade claramente hierarquizada. Acima do povo vinha a Igreja e a Nobreza. O Rei não fazia parte porque estava acima de tudo e de todos. 

Este conceito nasce da Burguesia que reclamava para si o lugar de destaque, daí que o seu propósito inicial fosse derrubar o antigo regime. Disse no post anterior que esta revolução era mais cultural do que política. É verdade que assim foi, no entanto tendo em conta a influência que esta corrente teve uma grande aceitação acabaram por surgir doutrinas políticas importantes na modificação da história. O aparecimento do Liberalismo é uma delas e a Revolução Francesa foi o ponto mais alto da aplicação dos novos pensamentos. 

A principal marca do iluminismo foi a liberdade de pensamento, facto que deixava muito incomodado os poderes instituídos como eram as cortes e principalmente a Igreja. Se houve preocupação da maioria dos intelectuais foi o de combater o poder que a Igreja tinha na sociedade. A separação de poderes era uma das  batalhas principais. 

Para além das batalhas políticas o que se também pretendia era mudanças profundas na economia. Condenava-se a intervenção do Estado na economia, a livre concorrência, a liberdade cambial e combatia-se o mercantilismo. Adam Smith foi um dos principais nomes que sugeriram alterações na vertente económica, ao passo que Montesqueiu, Voltaire e Diderot preocuparam-se mais com questões de natureza política e social, mas nos próximos capítulos iremos falar detalhadamente sobre os seus pensamentos. 

Penso que foi com o surgimento do Século das Luzes que se introduziram reformas a nível político e económico decisivas para a Europa. Na altura, o Velho continente era governado por regimes autoritários com grande ajuda da Igreja Católica, pelo que era dificil o aparecimento de correntes contrárias ao imposto.  No entanto, a simples divulgação e transmissão do pensamento de pessoas com um nível de intelectualidade acima da média, fez com que houvesse mudança radical e se estabelecessem novos paradigmas. Considero este período um dos mais excitantes e importantes da nossa história. 


Sem comentários:

Share Button