Etiquetas

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Tema do Dia XXXIX: Intervenção na Comunicação Social

Para assegurar o pluralismo na comunicação social é necessária a intervenção estatal?

5 comentários:

Observador disse...

Não, de forma alguma!
O pluralismo na comunicação social é uma questão de princípio, de liberdade e, não menos importante, faz parte do código deontológico.

Francisco Castelo Branco disse...

Então por aí não é preciso que o Estado assegure o serviço publico de televisão...

Francisco Castelo Branco disse...

Se por um lado é importante haver serviço publico, por outro não podemos admitir que o Estado intervenha de forma a que comprometa a imparcialidade que se exige. No entanto, o controlo da TV sempre foi uma das prioridades de qualquer governo em qualquer país. É uma prática com história.

Observador disse...

O controlo económico duma estação pública sim, pertence sempre ao Estado.
O outro controlo não deve pertencer.
Não deve mas sabemos como funciona a máquina.

Francisco Castelo Branco disse...

É exactamente isso, mas com a venda isso deixa de ser um problema.

Share Button