quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

O motivo para vender a RTP

Neste caso em torno da demissão de Nuno Santos ainda não há dados concretos e tudo se baseia em conspirações e incertezas. Não sei quem e o que é que esteve por detrás da demissão do antigo director de informação, no entanto esta história cheira a Relvas. Se assim for, é mais um caso de intromissão em que o braço direito de Passos Coelho está envolvido, e tendo em conta que é o segundo no mesmo ano envolvendo Orgãos de comunicação social, começam a escassear os argumentos para que Passos Coelho o mantenha no Executivo.

Perante esta dúvida que paira no ar, o melhor é o governo livrar-se o quanto antes da estação pública. Por alguma razão, quando na SIC ou TVI acontece algo semelhante, não há estas suspeitas. O problema aqui tem a ver se descobrimos alguma mãozinha do poder central. Miguel Sousa Tavares afirma que o governo não tem motivos para vender a RTP. Aqui está um bastante importante!

1 comentário:

Observador disse...

Caríssimo

Ouso dizer uma coisa assente no que conheço de Nuno Santos: quem não o conhecer que o compre.

Entretanto, a situação da RTP tem que ser bem resolvida e não tendo por base birras ou interesses paralelos.

Share Button