quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Boas Festas!

Dado que vou estar ausente da blogosfera nos próximos dias, deixo a todos votos de um Santo Natal e de um Maravilhoso 2013.
E deixo-vos um poema de um Mestre e Amigo, infelizmente já desaparecido, o Padre Filipe de Faria.


VAZIO DE MIM

No vazio de mim,
Sem mim,
Há lugar só para Ti,
Meu princípio, minha vida,
Meu sabor de eternidade.

Mas em Ti,
Há todo o mundo
Toda a vida pressentida
Partilhada e assumida,
No doar do que se tem.

Não sou nada;
Mas sou tudo,
Porque Tu Te dás a mim,
Para eu te Dizer sim,
Ao amor que nasce em mim.

O meu nada no Teu tudo,
Faz nascer a criação...
Leva o povo redimido
A sair da opressão

E, na Tua liberdade,
Faz do homem, meu irmão.

O Teu tudo
Faz-me herdeiro do Teu Ser,
No verbo AMAR.

Dá-me parte no QUERER...
E eu não saiba o que é pecar.

E me deixe conduzir
Para o bem
No verbo ESTAR.

(De Flor sem Ocaso - Pe.Filipe de Faria, SJ)

7 comentários:

Francisco Castelo Branco disse...

Obrigado Pedro. Feliz natal também aí para esses lados.

Pedro Coimbra disse...

Votos de um Santo Natal, Francisco.

Observador disse...

Bonito, Pedro.

Um Santo Natal para todos vós.

Aquele abraço.

Pedro Coimbra disse...

O Padre Filipe de Faria, que nos ensinava Matemática, tinha este dom, António.
Alguém que recordo com saudade.
Pelo que foi para mim e para o meu pai.
Aquele abraço e votos de um Santo Natal para si e família.

FireHead disse...

Como já falámos anteriormente, os jesuítas são membros da Igreja com muito boa formação. E o Pe. Filipe de Faria confirma isso mesmo. Tal como o Pe. Luís Sequeira. De Macau também é preciso falar, com a maior reverência e saudade, do Pe. Luis Suarez, também ele jesuíta, fundador da Cáritas em Macau e que já partiu deste mundo.

Poppy disse...

Um bonito poema para acompanhar os votos de Bom Natal, para si, amigo e para os demais retribuo os votos de Boas Festas, e um Santo Natal :)

Pedro Coimbra disse...

Tive o grande privilegio de os conhecer a todos FireHead
O Luís Sequeira, que me casou e baptizou a Catrina, vira jantar aqui a casa no inicio do ano.
Sabia que ele sofreu, já há uns anos, um AVC?
Quando toda a gente o julgava em coma profundo, e a beira da morte, ele estava consciente.
E a ouvir tudo o que diziam a volta dele.
Estava a contar-me isto aqui em casa e acrescentou:
" Sabes uma coisa, Pedro?
Já estava farto daquela conversa.
Como tal, comecei a ralhar com Ele e com a minha Madre Teresa.
Porque eu achava que ainda nao era hora de partir.
Ainda tinha, e tenho, tanta coisa para fazer.
Ralhei com eles.
E expliquei - lhes porque e que nao era a altura ainda.
Se acharam que sim paciência.
Eu acho que nao.
E, enquanto eu estava a ralhar com eles, o valor nao sei que, que se atinge nao quantos, já nao tem volta, e que eu estava a atingir, baixou.
Ninguém me convence que nao foi interferência da minha Madre Teresa junto d' Ele"
Só consegui dar-lhe um grande abraço depois de ele dizer isto em frente a minha mulher e as minhas filhas.


Poppy,
Um professor de Matemática, excelente diga-se de passagem, com este dom.
Votos de um Santo Natal para si e família.

Share Button