Etiquetas

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Quem é que vende a alma ao diabo

Henrique Monteiro no seu blogue do Expresso classifica na sua crónica o dia de hoje como aquele em que o  CDS vende a alma ao diabo, como que a reprimir o PP pela viabilização deste OE. Se calhar aplaude a atitude do deputado da Madeira que contra a disciplina de voto imposta pelo seu partido votou contra este Orçamento. Talvez seja ele o anjinho no meio de tantos diabinhos.

Também acho que este Orçamento é mau e em que em nada vai ajudar a restabelecer o crescimento. Acho que as contas públicas ficarão mais próximas da meta acordada com a troika e o governo com o aumento dos impostos poderá não ter mais justificações para no próximo ano pedir mais sacrifícios aos portugueses, no entanto o efeito recessivo será enorme e as pessoas ficarão muito mais pobres. Contudo,  é importante não esquecer os efeitos do plano de refundação do memorando anunciado por Passos Coelho. Só teremos resultados lá para o segundo semestre, sendo que não será por 1,6 de recessão que o país vai à falência, até porque a conjuntura económica na Europa também não está a ajudar. 

Apesar do OE ser mau, não vejo razão para o CDS ter chumbado este OE. Numa equipa todos têm de pensar nos interesses colectivos e não exclusivamente nas questões partidárias. Foi por causa deste aspecto que nós chegámos a este estado de situação. É verdade que o CDS teve de se submeter a este OE, no entanto quem não se lembra da questão Nobre? O próprio PSD já teve de ceder às exigências dos sociais-democratas. É assim que funcionam todos os governos e por isso não vejo razão porque este há-de ser diferente.

A culpa é do CDS? Não concordo. A responsabilidade é daqueles que nos levaram a esta situação. Esses sim, é que venderam a alma ao diabo ao deixar o país à beira da bancarrota depois de anos e anos com políticas erradas. É um acto de coragem alguém querer pegar num país falido e querer inverter a situação. Além do mais, o PP está a ser honesto politicamente, porque apesar de ter votado a favor não está a abdicar dos seus princípios. Ao contrário do que é escrito, o CDS não só não vendeu a alma ao diabo como prestou um excelente serviço ao país. 

1 comentário:

FireHead disse...

Plenamente de acordo. Mas muitos preferem continuar a ter memória curta.

Share Button