Etiquetas

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

A culpa é do bloco central

Ao ler o editorial do Luís Rosa no Jornal I não posso deixar de ficar perplexo, mas também de concordar com a excelente análise feita. Quem nos meteu nesta brincadeira do Euro são os actuais responsáveis políticos de hoje. Cavaco Silva, Mário Soares, Seguro e Passos Coelho. Os dois primeiros directamente, porque foram eles que nos levaram à entrada no Euro e os dois últimos porque representam a linha de continuidade iniciada pelo actual e ex-Presidente da República.

Acho uma hipocrisia política António José Seguro vir criticar esta linha de orientação quando foi o seu partido que negociou os termos e condições do memorando da troika. Na altura, não se ouviu nenhuma crítica do então deputado ao Primeiro Ministro José Sócrates pelos termos do acordo. Nem na campanha eleitoral se viu Seguro a ter uma única palavra sobre o assunto. Como é natural em politica era preciso aproveitar o momento para ser eleito deputado e depois deixar cair o então PM. Quanto ao PM Passos Coelho, é muito criticável a sua postura de submissão ao gigante Alemão e ainda para mais quando vem pedir que Merkel seja saudada na próxima segunda feira. Mas que pode ele fazer se quem nos meteu nisto foram os seus antecessores, a começar pelo actual Presidente da República?

Por aqui se vê que as políticas do bloco central não mudam e que a realização de eleições antecipadas não resolve problema nenhum. Durante anos fomos uns paus mandados de Bruxelas, pelo que agora estamos a pagar a factura. 

1 comentário:

Observador disse...

Se alguma dúvida existisse, este texto diz tudo.

Share Button