Etiquetas

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Os malabarismos de António Costa

António Costa quebrou o protocolo institucional e criticou o governo nas comemorações do 5 de Outubro. Não perdeu o sentido de brincadeira fazendo alusão ao "erro colossal". 
Por muito que António Costa seja o anfitrião das comemorações do 5 de Outubro; que tal alargar as festividades para outras cidades?; o presidente da Câmara não devia ter feito um discurso a criticar o governo. Esse papel está reservado ao Presidente da Republica. 


Contudo, António Costa aproveitou o momento e a ausência de Passos Coelho nas cerimónias para enviar umas farpas. Além do mais quis fazer oposição com Seguro presente na cerimónia, pelo que a atitude do socialista é de lamentar. 

No entanto, Costa não fez mais do que aproveitar o seu momento enquanto anfitrião da festa. Sem a presença do Primeiro-Ministro, o presidente da Câmara lançou a sua candidatura ao largo do Rato mas também a São Bento. António Costa vai pouco e pouco construindo terreno e atenção dos media. Se duvidas algumas houvesse, António vai mesmo concorrer contra Seguro numa futura eleição. A questão é de saber quando é que chega esse momento. Hoje foi apenas mais um passo seguro.

O problema é que a situação do país não melhorar e Seguro vença as autárquicas; é o mais provável, António Costa pode ver as contas saírem furadas. O cenário até se pode complicar se Seguro triunfar nas autárquicas mas sem a vitória na Câmara de Lisboa; a rotunda de Marquês parece não estar a ajudar muito.

Isto são apenas previsões, mas António Costa devia ter mais solidariedade institucional num dia destes. Fica-lhe mal.

Sem comentários:

Share Button