quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Menos Público

O despedimento em massa que o Jornal Publico está a levar em conta é um sinal preocupante, mas que tem a ver com a adaptação dos jornais aos novos tempos. É verdade que a crise está a ajudar, no entanto o sector dos jornais está a sofrer uma grande mudança, pelo que o que está a acontecer no Publico irá espalhar-se por outros diários. Falo em diários, porque são estes que sofrem com a mudanças dos novos tempos. Hoje o leitor procura a notícia rápida, sendo que tem pouco tempo para ler jornais. A informação que consome está toda na net e também nos blogues. Parecendo que não, os blogues são hoje uma fonte importante de, não se opinião mas também de informação.

Os jornais semanais ainda vão escapando a esta crise, porque normalmente as suas edições trazem as notícias mais esperadas. As jogadas de bastidores da política, as controvérsias, para além de brindarem os seus leitores com excepcionais cronistas. Essa é no entanto, uma aposta que os jornais modernos devem fazer. Mais opinião e menos informação que nem sempre é tida em conta.


Não acredito que o papel perca a sua importância ou acabe mesmo, no entanto a vontade de ir comprar o jornal ao quiosque é cada vez menor, já que a primeira coisa que se faz quando se chega ao local de trabalho é abrir a edição online.

Os blogues também contribuíram para este decréscimo de vendas dos jornais. Poucos são aqueles que trocam os "cronistas do século XXI" por "opinadores" que aplicam sempre a mesma fórmula.

Sem comentários:

Share Button