terça-feira, 30 de outubro de 2012

A provocação Alemã

A chanceler Alemã vem a Portugal no próximo dia 12 de Novembro. Em plena crise, Angela Merkel visita o nosso país, depois de há pouco tempo ter feito uma viagem à Grécia. 
Ora, sabendo como está o clima político e social nestes dois países, devido às medidas de austeridade impostas pela mesma Senhora Merkel, não se percebe a razão desta visita. Parece-me uma grande provocação por parte de Merkel, e nesta altura o que o país menos precisa é que venham lá de cima para nos apertarem ainda mais o cinto. 
Na sua recente viagem à Grécia, Merkel disse que era necessário mais reformas, contudo Antonis Samaras pediu um balão de oxigénio....
Esta visita pode ter um de dois propóistos. Ou Merkel vem-nos dizer que estamos no bom caminho e que o esforço está a ter resultados, anunciando que a crise está a chegar ao fim, ou então vem com o mesmo discurso proferido em solo grego. Se vier com esta ultima hipótese, Merkel vai incendiar ainda mais os ânimos. Em meu entender, não estou a ver Merkel  vir de propósito da Alemanha aplaudir o esforço dos portugueses. 
Outra situação interessante vai ser o comportamento do PM e do PR perante a presença da chanceler. Visto que os dois têm visões diferentes sobre a forma de resolver a crise, é de esperar discursos e atitudes distintas? Não penso. Da parte de Passos Coelho e do Governo teremos a mesma posição submissa a que vimos assistindo ao longo dos anos, e que não é exclusivo deste executivo. Em relação ao PR e apesar das suas posições públicas que contrastam com as da Chanceler, Cavaco não irá "aproveitar" a oportunidade para defender a soberania e os interesses nacionais, o que quer dizer defender o povo português. No entanto, a popularidade do PR pode subir caso tiver coragem de dizer na cara aquilo que pensa. Mas será que Cavaco vai colocar em causa a boa imagem do país? O que é mais importante nesta altura? A soberania ou a credibilidade externa?
Infelizmente ainda não temos a força suficiente para contrariar as directivas que nos chegam do estrangeiro.

Sem comentários:

Share Button