segunda-feira, 1 de outubro de 2012

A Comunicação política

Em qualquer instituição que deseja funcionar bem, a comunicação é um factor importante na aproximação com a restante sociedade. 
Também na política, nos dias que correm, é crucial "apresentar" uma boa comunicação. A relação entre eleitores e eleitos depende em grande parte da mensagem que chega até às pessoas. A forma como é explicada uma medida é essencial na sua aceitação ou não. 
Por aqui se consegue agarrar as pessoas ao programa político que está a ser implementado. A medida pode não ser muito boa mas se for explicada de forma correcta pode ganhar rapidamente adeptos. 

Uma das formas de "passar" uma boa imagem é não colocar todos os ministros a falarem sobre tudo e mais alguma coisa. É óbvio que os Ministros não podem ficar calados, porque isso seria entendido como "fugir ás perguntas".....................
No entanto, deve existir uma coordenação política e comunicacional de forma a garantir que o governo está a caminhar no mesmo rumo e com todos os Ministros em conexão. Isto para evitar contradições, mal entendidos mas sobretudo para não conduzi-los às gaffes. No entanto, estas não têm a mesma importância cá em Portugal como acontece nos Estados Unidos. 

Tem acontecido nos sucessivos governos uma enorme falha neste aspecto. Não é só no Executivo de Passos Coelho, mas já com Socrates isso acontecia. Normalmente os Ministros remodeláveis são aqueles que falam mais à Comunicação Social, até porque os próprios Media aproveitam para dar outro sentido às palavras proferidas.

Sem comentários:

Share Button