quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Prémio Vergonha

Maria Teresa Horta, distinta escritora cá do burgo, foi a vencedora do Prémio D.Dinis. Para entregar o prémio foi escolhido Pedro Passos Coelho, Primeiro-Ministro de Portugal.
Ora, a escritora como é de esquerda e não concorda com o que Passos está a fazer, decidiu recusar receber a distinção das mãos do PM. Se forem outras mãos, a escritora já aceita porque diz ela, "é de esquerda".
Tendências políticas não se discutem, mas a educação ainda é um valor que se deve preservar, especialmente quando está em causa uma distinção. Se Maria Teresa Horta não quer receber o prémio das mãos de Passos, então devia ter vergonha e não aceitar o prémio em ocasião alguma.
O juri do Prémio D.Dinis também não deveria entregar a distinção a Maria Teresa Horta. Para além de notabilizar o talento, os prémios também servem para salientar a personalidade humana. MTH pode ter a primeira, mas revelou que não tem a segunda característica. 


2 comentários:

myra disse...

pois eu acho que teve muita coragem e admiro ela!

Francisco Castelo Branco disse...

Cara myra, a atitude dela foi reprovável

Share Button