domingo, 9 de setembro de 2012

Olhar a Semana - Passos de igualdade e equidade

Olhemos para as medidas que o PM anunciou esta semana. 
Convêm destacar a coerência de Passos Coelho. Sempre o ouvimos dizer que os sacrifícios terão de ser distribuidos por todos. Disso mesmo fez nota na festa à porta fechada do Pontal. Cumprindo a sua palavra de alargar a austeridade aos privados, Passos Coelho deu um sinal de respeito pelo acórdão do Tribunal Constitucional. É lógico que a esquerda constitucional já veio a dizer que esta medida é duplamente inconstitucional. No fundo, o que estes profundos conhecedores da Constituição não querem é os sacrifícios no sector publico e passá-la todas para os privados. Estes sabedores do Direito Constitucional só olham para a sua ideologia. 


A esquerda que tanto pediu uma distribuição justa dos sacrifícios vem agora criticar esta medida. Perde-se um salário? Sem dúvida que sim, mas convêm recordar que a Segurança Social fica mais forte. O pior de tudo é que os arautos da ideologia de esquerda queriam o fim dos sacrifícios para o sector publico. O PM arranjou uma alternativa ao corte dos subsídios, solução essa que permite uma justa distribuição, mas no fundo o que era mesmo justo seria que fosse o sector privado a suportar a crise. A esquerda que critica esta medida não apresenta uma alternativa de como reduzir o défice, a não ser a solução disparatada de renegociar a dívida. O PS que deveria ser um partido responsável tem a obrigação de apoiar estas medidas, senão o fizer tem de apresentar alternativas e explicar como e onde vai buscar o dinheiro para tapar o buraco. 

No fundo, a argumentação de que não há equidade tem a ver com o facto de se continuar a penalizar o sector publico. O problema é que alguém de parar a alimentação excessiva que este sector tinha neste país. 

Para além das críticas, nem uma palavra de regojizo para a descida da TSU, que vai trazer mais trabalho e capacidade para as empresas. 

E que dizer de um PM que respeita decisões do Tribunal Constitucional?

Sem comentários:

Share Button