Etiquetas

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Mexer nos interesses dá nisto

Todos pediram que o Governo reduzisse a despesa do Estado, isto para angariar mais dinheiro de forma a combater o défice. Não se pode combater o défice só pelo lado da receita, pelo que é essencial cortar despesas mas não à custa dos salários.

O Governo decidiu extinguir algumas fundações e cortar o apoio a outras. Tal como acontece nos institutos vai haver um apoio reduzido a fundações que dependem do financiamento do Estado.
Este parece ser o designio nacional e uma vontade há muito pretendida pela generalidade da classe política e não só.

Contudo, após o anuncio do governo vieram logo as vozes contra. Sobretudo vozes que naturalmente vão sair prejudicadas com esta redução da despesa. São os casos da Madeira e de Gaia.

Em Gaia existe uma fundação para fazer a gestão de um aquário.....
Claro que o Governo não pode extinguir porque a decisão é da autarquia.....Ora um aquário é o tal serviço publico que muitos falam.

Na Madeira, a Fundação Madeira Classic promove a musica clássica e a cultura.......
Tal como em Gaia, nem por cima do cadáver de Alberto João esta fundação vai ser extinta.....

Também convêm não mexer na Fundação para a Protecção e Gestão das Salinas do Samouco, um importante património da humanidade......

No entanto, a mais importante de todas foi aquela que conduziu à criação do famoso portátil Magalhães, essa invenção do governo socialista.

Para finalizar, não se percebe porque razão as Câmaras de Cascais e Lisboa continuam a gerir e a comparticipar as fundações de Paula Rego e Mário Soares..........

Neste país, quando se começa a mexer e a alterar interesses, os velhos do restelo saltam imediatamente cá para fora, nomeadamente quando as modificações atingem aqueles que durante anos foram beneficiados de uma forma escandalosa com a atribuição de subsídios para tudo e mais alguma coisa. Finalmente apareceu alguém que teve a coragem de acabar com os interesses instalados. E o PS que está nunca fez nada para alterar isto, vem agora criticar o governo por se estar a reduzir a despesa do Estado. Não era isto que eles queriam? Ou é por causa do Mário Soares?

Sem comentários:

Share Button