quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Gaspar, o bom aluno

Um dia após o anuncio de mais austeridade por parte de Vitor Gaspar, ainda se faz sentir a bomba nos media e sobretudo na blogosfera.
Se poderemos considerar preocupante o apertar do cinto, temos de nos alegrar por a troika dar mais tempo para cumprir com o estabelecido, isto além de estabelecer novos números no que ao cumprimento do défice diz respeito. A minha curiosidade é saber como é que Portugal vai cumprir a meta de 2,5% para 2014 sem um corte profundo e doloroso em tudo o que é passível de ser eliminado. Obviamente que estamos a falar da função publica, pois o sector privado ainda vai escapando.............

Se a credibilidade politica de Portugal junto dos seus credores está aos poucos a ser recuperada, já o crescimento económico está a anos luz. No entanto, é importante que Portugal possa o mais rapidamente voltar aos mercados e assim ficar mais autónomo em relação ao Programa de Ajuda financeira. 

Não que a austeridade termine mas ajuda sempre mais alguma coisa.

O caminho da credibilidade está a caminho, só que o da recuperação ainda não. Resta saber qual é o mais importante. O problema é que houve pouco tempo para saborear esta pequena vitória do governo. 

Gaspar qual bom aluno anunciou mais medidas adicionais de carácter excepcional mas que podem vir a ser regra no futuro. Ora, se temos mais tempo porque não aliviar a coisa? Ao menos podiam deixar tudo como está. No entanto, a troika não está para festejos e obrigou Vitor Gaspar a dar más notícias ao país. Temos mais tempo mas também mais austeridade. Esse é que é o problema e também o cerne da questão. 

Perante tudo isto, só há uma conclusão: a Troika quer obrigar-nos a pagar duramente pelos erros do passado, não deixando espaço para respirar. Gaspar que havia recebido um voto de confiança, teve de cumprir ordens vindas lá de cima. Não se sabe se de Bruxelas ou Berlim, mas é um facto que estamos a assistir a uma cena da crise grega mas com contornos diferentes. A troika agradece e o país revolta-se. O governo cala-se porque não pode fazer nada. Já não são eles que mandam.

Gaspar teve um dia que nunca mais vai esquecer, porque recolheu os louros de Bom Aluno. De dia e de tarde.

Sem comentários:

Share Button