Etiquetas

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Com a devida vénia

Pelos Jogos Olimpicos passaram milhares atletas nas mais variantes modalidades. Muitos conquistaram o ouro, prata e bronze. Outros não lograram chegar às medalhas mas obtiveram prestações satisfatórias. No entanto, de todos os atletas que já passaram por Londres e que ainda irão nos próximos dias, apenas dois irão ficar na memória de todos. São Usain Bolt  e Michael Phelps. Daqui a um mês já ninguém se lembra de muitos nomes que fizeram parte do sucesso destes Jogos. Só dois é que ficarão na retina. 

Michael Phelps alcançou as 22 medalhas olímpicas, tornando-se no atleta mais medalhado. Não sabemos se o nadador volta em 2016 ( ele diz que não), mas nos próximos 50 anos ninguém vai conseguir bater o seu recorde. Phelps conquistou em três edições dos Jogos o que Portugal alcançou em 100 anos!! Se regressar em 2016, o nadador já não vem com a mesma pujança mas ainda vai a tempo de aumentar o número de medalhas.

Quanto ao Jamaicano, não há palavras para descrever os seus êxitos. Recorde Olimpico em Pequim, actual detentor do Recorde do Mundo e em Londres bateu o recorde olímpico que lhe pertencia. O homem bala ou como lhe quiserem chamar fez algo que apenas Carl Lewis logrou conquistar. Vencer os 100 m consecutivamente, no entanto, o norte-americano conseguiu o Bi após ter sido retirado a vitória a Ben Johnson. Bolt pode ainda conquistar os 200m e novo recorde. O homem mais rápido do Mundo pulveriza os seus próprios recordes, o que é fenomenal. Em 2016 estará no fim da sua carreira mas pelo que vemos, o jamaicano tem todas as possibilidades de conquistar o tri no Rio de Janeiro. 


O desporto mundial agradece a presença destes dois fenómenos mesmo que por causa da sua presença, a competitividade seja diminuta, mas verdade seja dita, todos querem a vitória destes seres sobrenaturais. 

Sem comentários:

Share Button